ICO - Logo

Endodontia

Antes muito temido, o tratamento endodôntico – também conhecido como tratamento de canal – foi um dos que mais se transformou com a evolução da odontologia. Hoje, todo o processo é muito mais rápido e confortável, garantindo o restabelecimento da saúde dental em menos tempo e com mais segurança.

O tratamento é realizado quando a porção interna do dente, que contém a polpa dental, é lesada. A polpa consiste em um conjunto de vasos e nervos que proveem a nutrição e a vitalidade do dente. Em caso de traumas ou infecções, essa estrutura inflama e causa dores intensas. Para que o dente possa voltar às suas funções naturais, realizamos o tratamento de canal, ou seja, removemos a polpa dental contaminada, realizamos a desinfecção do interior do dente e o selamos com um material específico para que nenhuma outra infecção ali se desenvolva.

É importante lembrar que nem toda dor dental é sinal da necessidade de um tratamento de canal. Existem outras condições muito comuns que podem levar a sintomas dolorosos e que podem ser tratadas de outras formas.

O tratamento também pode ser necessário previamente à instalação de próteses.

Implantes

Com a incorporação de inovadoras tecnologias ao tratamento endodôntico, que tornaram todas as suas etapas mais rápidas e precisas, hoje podemos finalizá-lo em apenas uma confortável sessão, na maioria dos casos. As numerosas visitas ao consultório e as longas sessões ficaram no passado.

Após o tratamento, o paciente pode sentir certa sensibilidade por alguns dias, facilmente controlada por medicamentos. Também é importante tomar corretamente a medicação indicada pelo endodontista e manter a área adequadamente higienizada.

A visita periódica ao dentista para check-ups pode diminuir a necessidade de tratamentos mais invasivos, como o tratamento de canal. Quando a infecção já existe é essencial tratá-la quanto antes, pois ela pode se disseminar por todo o organismo e se tornar muito grave.

Agende sua avaliação aqui